De virada, Treze vence Nacional-P e sobe na tabela do Paraibano

De virada, Treze vence Nacional-P e sobe na tabela do Paraibano
Foto: Ascom/Treze

O Treze voltou a vencer no Campeonato Paraibano. E de virada. Com dois gols de Birungueta, no segundo tempo, o Galo bateu o Nacional de Patos por 2 a 1, nesta quinta-feira no Estádio Amigão, pela quarta rodada da competição.

O Naça, que segue sem vencer, abriu o placar no final do primeiro tempo, com Fernando Pires. Com o triunfo, o Treze chegou aos 7 pontos e assumiu a vice liderança, diminuindo para três pontos a diferença do líder Botafogo-PB.

Na quinta rodada, o Alvinegro irá visitar o Sousa, no Marizão, na próxima quinta-feira. Por sua vez, o Canário do Sertão, que estacionou nos 2 pontos jogará diante São Paulo Crystal, fora de casa, no dia 16.

O JOGO

O primeiro lance de perigo do jogo veio aos 19 minutos, quando Emerson cobrou lateral da esquerda, João Leonadro desviou e cabeça e, na pequena área, Jairinho deu uma puxeta de esquerda, e a bola carimbou o poste esquerdo do goleiro do Naça.

Mostrando as mesmas dificuldades de sair para o ataque da partida contra o Campinense, também no Amigão, o Verdão só arriscou aos 33 minutos, quando Araújo Love chutou forte de fora da área, mas mandou a direita da trave de Jeferson.

Dois minutos depois, novamente Araújo Love soltou a bomba de canhota do meio da rua, e desta vez a bola descaiu rapidamente e assustou, passando por cima do gol trezeano.

Perto do intervalo do jogo, aos 43 minutos, a bola foi cruzada por Gabriel Paulino, Vitor Xavier dividiu com a defesa do Galo pelo alto e a bola sobrou para Fernando Pires, que bateu da entrada da área de direita, no canto direito de Jeferson, para abrir o placar para o Nacional de Patos.

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Segundo tempo

Mal começou a segunda etapa e o Galo empatou a partida. Aos 3 minutos, Birungueta recebeu na direita e bateu cruzado, um chutaço no canto direito do goleiro patoense para deixar tudo igual no Amigão. É o quarto gol do jogador no Campeonato Paraibano.

O Treze demorou, mas tentou ampliar. Aos 13, Sony Anderson fez jogada pela esquerda e tocou para a grande área, onde Vitor apareceu sozinho para finalizar, mas o chute de canhota saiu a esquerda da meta patoense.

Dois minutos mais tarde, quase veio a virada. Birungueta cruzou da direita e João Leonardo girou de direita na entrada da pequena área, e Camilo fez ótima intervenção para mandar a bola para escanteio.

Empolgado no jogo, o Galo pressionava e mais uma chance aconteceu. Sony Anderson entrou com todo gás na esquerda, invadiu a área e foi derrubado por Breno. Na cobrança, aos 17 minutos, Birungueta ampliou sua artilharia no estadual, chegou ao quinto gol, virou a partida e colocou o Treze na frente do placar.

E o homem estava animado. Aos 37, Birungueta chutou forte da entrada da área e Camilo foi buscar a bola que iria no seu ângulo esquerdo. Na sobra, após bate-rebate na pequena área, por pouco o ataque galista não empurrou a bola para o gol, mas a defesa conseguiu afastar.

Antes de acabar o jogo, aos 45, o arqueiro nacionalino mais uma vez evitou o terceiro gol depois de Marcelo Júnior fazer boa jogada e tocar a medida para Sony Anderson concluir, mas o camisa 12 do Naça operou um milagre e salvou seu time mais uma vez.

Ficha Técnica
Treze
Jeferson, Júlio Ferrari, Marlon, Rômulo e Emerson (Wellington Carioca); Darlan, Romeu ( João Ananias), Romildo Vitor (Marcelo Júnior) e Birungueta; Jairinho (Sonny Anderson) e João Leonardo (Walisson Bahia). Técnico – Marcelinho Paraíba
Nacional de Patos
Camilo, Gabriel Paulino, Breno, Anderson Schmoeller e Elson; Luiz Gustavo (Diego Góis), Fernando Pires ( Jeferson Carioca), Gabriel Corrêa e Araújo Love; Vitor Xavier (Jean Carlos) e Gabriel Cearense (Thiago Brito). Técnico – Warley Santos
Gols – Fernando Pires (N), aos 43min do 1ºT; Bigungueta (T), aos 3min e aos 17min do 2ºT
Cartão amarelo – Gabriel Paulino, Gabriel Corrêa (N), Jairinho, Emerson, Darlan (T)
Árbitro – Leandro Bizzio Marinho
Assistentes – Oberto da Silva Santos e Mattheus Tcharles Rodrigues Marques