Perícia de mulher morta pelo filho em CG: golpes foram desferidos com muita força

Perícia de mulher morta pelo filho em CG: golpes foram desferidos com muita força
Foto: Reprodução

O médico legista Márcio Leandro, chefe do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande confirmou que a causa da morte de Viviane Rodrigues de Souza, 31 anos, foi choque hipovolêmico, ou seja, perda de sangue após intensa hemorragia, além de uma lesão cardíaca, tendo em vista que um dos golpes de faca sofridos por ela atingiu o coração.

O laudo da perícia apontou que o adolescente de 15 anos, filho da vítima e apontado como suspeito do crime, desferiu cerca de 40 golpes de faca-peixeira. Ainda de acordo com as informações, alguns golpes foram tão fortes que chegaram a arranhar os ossos do crânio da vítima.

Ainda de acordo com Márcio, 15 destes golpes foram na região da face e da cabeça, mas ela ainda foi atingida várias vezes no tórax, mãos e pernas.

“Ela foi bastante machucada na região da face e da cabeça. Dois desses golpes chegaram a arranhar o crânio da vítima, o que indica que foram desferidos com muita força”, contou.